Tamanho do texto maiorTamanho do texto pequeno
E-Mail
Senha
 
 
  Esqueci a senha  
  Acesso bloqueado  
  Cadastre-se

 
  Notas e Notícias
  Perguntas & Respostas
  Nutriletter
  Teses e monografias
  Diretrizes e Legislação
  Manuais
  Anais de Congressos
  Entrevistas
  Aulas
  Tabelas
  Pirâmides
  Cálculos
  Livros
  Links
  Glossário
 
  Anorexia e Caquexia
  Diabetes
  Imunonutrição
  Fibras
  Nutrição Parenteral
  Probióticos
  Nutrição e Saúde Ideal
  Suplementos Orais
  Terapia Nutricional
  Nutrição Enteral
  Paciente Crítico
  Lipídios em NE
  Nut. Perioperatória
  Fibras em NE
  Nutrição Clínica
  Fórum HMB
  Nutribunal & NSI 2012
  Probióticos em cápsulas
 
  Nutrirepórter
 
  Enquete
  Cartas
  Agenda de eventos
  Ajuda
  Fale Conosco
 
  Quem Somos
  Mapa do Portal
 
  ICNSO
  GANEP
 

 
 
 


 
 
DETALHES - P&R

Autor(a):       Tatiana Olivato Carvalho
Data:             25/01/2008 11:30:58


Qual a recomendação de fibra alimentar para crianças? E como prevenir os distúrbios pela falta e pelo excesso?

A ingestão adequada de fibras na dieta exerce efeitos benéficos sobre o aparelho digestório, entre eles a regularização do trânsito intestinal, melhora na fermentação do conteúdo intestinal e trofismo da mucosa do cólon.As diretrizes para a recomendação de fibras alimentares na infância são baseadas em dados extrapolados de estudos em adultos. A Fundação Americana de Saúde e a Academia Pediátrica Norte-Americana recomendam que crianças acima de 2 anos devem ter um consumo diário de fibras acrescentando-se de 5 g a 10 g à idade da criança. Por exemplo: a criança com 10 anos de idade deveria consumir diariamente de 15 a 20 g de fibra/dia. Para crianças menores de 2 anos não há recomendação; considera-se que o aleitamento materno esteja presente até os seis meses e, após essa idade, deve ser introduzida uma alimentação adequada, contendo frutas, verduras, legumes e outros alimentos que fornecem fibras.

A Dietary Reference Intakes (DRI), referenciada pelo Food and Nutrition Board do Institute of Medicine (IOM/DRI), recomenda que o consumo de fibras alimentares deve ser de 14 g/1.000 kcal para todas as idades. No entanto, existe uma tabela com os valores diários de acordo com a faixa etária. A tabela pode ser consultada no Nutritotal (http://www.nutritotal.com.br/tabelas/?acao=bu&id=37&categoria=4). É importante ressaltar que a DRI está fundamentada em estudos que indicam redução do risco de doenças cardiovasculares, câncer, obesidade e constipação. Diversos estudos demonstraram que crianças em diversas populações atualmente não ingerem a quantidade de fibras diária recomendada. Krans, nos Estados Unidos, encontrou apenas 12% dos pré-escolares atingindo a DRI para fibras. Um estudo feito no Rio de Janeiro com crianças de 8 a 10 anos mostrou que o consumo de fibras ficou entre 3,4 a 4,8 g/dia, que é considerado abaixo do recomendado.

Para prevenir os distúrbios pela falta de ingestão de fibras, alimentos ricos em fibras devem ser incluídos na dieta diariamente, como hortaliças, frutas, grãos e cereais. Para que isso ocorra, faz-se necessária a educação de pais e crianças sobre a importância das fibras. E os profissionais de saúde são responsáveis pela implementação de programas de educação nutricional e também inclusão desses alimentos na merenda escolar. Por isso, muitas vezes é necessária a adição de suplementos de fibras à dieta para atingir a ingestão recomendada. Há suplementos disponíveis no mercado que não alteram o sabor e textura dos alimentos e/ou preparação, bem aceitos principalmente entre a população infantil.


Por outro lado, e uma pequena proporção, o excesso de fibras nos dois primeiros anos de vida pode acarretar prejuízo na absorção intestinal de carboidratos, minerais e discreta diminuição do valor calórico da dieta.


Bibliografia (s)

Fernandez AS, Tannuri U, Domigues G, Uehara DY, Carrazza FR. Efeito de dietas ricas em fibras sobre ratos em crescimento: estudo experimental. Pediatria (São Paulo). 2002; 24(1/2):32-7.

Barbosa RMS, Soares EA, Lanzillotti HS. Assessment of nutrients intake of children in a charity daycare center: application of Dietary Reference Intake Rev. Bras. Saude Mater. Infant. 2007;7 (2).

Kranz. Meeting the dietary reference intakes for fiber: sociodemographic characteristics of preschoolers with high fiber intakes. Am J Public Health. 2006;96(9):1538-41.

Williams CL, Bollella M, Wynder EL. A new recommendation for dietary fiber in childhood. Pediatrics. 1995; 11(5):985-8.

Araujo AMS, Constipation in school-aged children at public schools in Rio de Janeiro, Brazil. J Pediatr Gastroenterol Nutr. 1999;29(2):190-3 .

Williams CL, Bollella M. Is a high-fiber diet safe for children? Pediatrics. 1995; 11(5):1014.

Edwards CA, Parrett AM. Dietary fibre in infancy and childhood. Proc Nutr Soc. 2003;62(1):17-23.




 
 




In compliance since 2001




 
 
Copyright by Nutritotal. Todos os direitos reservados.     Tecnologia : Fermo Sistemas .     Design gráfico : Junco Estúdio Gráfico    Videos : PW Video Server